CSA OBRA MAIOR DOS SARGENTOS DA ARMADA

CSA OBRA MAIOR DOS SARGENTOS DA ARMADA

CSA OBRA MAIOR DOS SARGENTOS DA ARMADA
ELEIÇÕES BIÉNIO 2017/2018

Caros associados, vivemos tempos, simultaneamente, difíceis, mas também de esperança na resolução dos problemas concretos que afetam o nosso CSA.
Foi e é, nesta esperança que vários associados, vencendo dificuldades, pessoais, familiares e outras, se disponibilizaram para fazer parte de uma equipa
caldeada de juventude e de experiência e assumir a responsabilidade de dirigir os destinos do Clube, no próximo biénio 2017/2018, caso seja eleita.
O CSA foi constituído, é bom que se diga aos mais novos, relembrar aos mais velhos e a todos os sargentos, que o CSA é produto do 25 de Abril e constituído pelos sargentos da Armada, que decidiram livremente participar sem preocupação se eram de esquerda ou direita, se eram religiosos ou ateus, se brancos ou negros, logo, obra construída por todos e para todos.
Foi erguido com solidariedades, apoios, dádivas e empréstimos, mas deve-se, sobretudo, à coragem, determinação, empenho e sacrifícios sem conta dos seusdirigentes. Dirigentes que não recusando apoios e solidariedades, até os solicitam, mas nunca estiveram dependentes nem da Administração da Marinha nem de Câmaras Municipais nem de Juntas de Freguesia, nem à espera que outros fizessem aquilo que a eles competia fazer. Esta equipanexo, propõe-se continuar tal rumo, como consta na sua carta de intenções.
Foram os dirigentes, sem dirigentes não há associativismo, que o levou o CSA a ser, hoje, esta grande obra, orgulho dos seus associados e referência no
Movimento Associativo Militar, na Instituição e no meio onde está inserido, Caros associados, as várias dezenas de sócios proponentes, apelam à
participação na sessão de apresentação da Lista A, que se realiza, no próximo dia 6 de Janeiro, pelas 18H30, na Delegação do Feijó.
Vamos todos participar, pois segundo o nosso Lema;
“Um Clube Vivo é Um Clube Participado”
(Esta lista tomou a designação de Lista A, por até ao dia 2 de Dezembro, data limite para apresentação de listas, ser a única que deu entrada no CSA.)
Lisboa, 16 de dezembro de 2016
Comissão Eleitoral: Manuel Custódio de Jesus, sócio Nº 844 e Joaquim Varino da Ponte, sócio Nº 232, Amadeu Horácio Agostinho Raimundo, sócio Nº4420.