723378 Sargento-mor FZ FRANCISCO JOSÉ PEREIRA

14-08-2015 15:06

Por despacho do Almirante Chefe do Estado-Maior da Armada, de 24 de julho de 2015, foi considerado como dado por si próprio o louvor concedido, em 28 de outubro de 2014, pelo 67379 Capitão-de-mar-e-guerra FZ CARLOS TEIXEIRA MOREIRA, Comandante da Escola de Fuzileiros, ao 723378 Sargento-mor FZ FRANCISCO JOSÉ PEREIRA, o qual se publica:

Após cerca de dois anos e meio no desempenho de funções de Adjunto do Comandante da Escola de Fuzileiros vai passar a situação de reserva o 723378 Sargento‑mor FZ Francisco José Pereira, culminando uma carreira de 36 anos ao Serviço da Marinha mormente em Unidades de Fuzileiros.

O SMOR Pereira, alistado a 28 de abril de 1978, desde cedo que deu mostras de possuir aptidões e motivação elevada para bem servir. Foi assim que na sua Instrução Militar Básica (IMB) foi agraciado com o prémio de "Aptidão Física" e no Curso de Fuzileiro, designado à altura por Instrução Técnica Básica (ITB), foi considerado o melhor aluno, tendo sido agraciado com o prémio "MAR FZE Manuel Correia Gomes". Mais tarde o SMOR Pereira viria a obter o prémio "Almirante Pereira da Silva", aquando da frequência do Curso de Promoção a Sargento-chefe (CPSC), como formando melhor classificado que se traduziu em grande honra e prestígio para a sua classe e que o confirmaram como uma referência entre os seus pares.

Na categoria praça prestou serviço nas Companhias de Fuzileiros n.° 12 e 21 tendo o seu desempenho sido alvo de públicas referências que salientavam o seu profissionalismo, aprumo e integral disponibilidade para o serviço. Após a frequência do curso de especialização em monitor de Educação Física, em 1987/88 desenvolveu um notável percurso na orientação militar, sagrando-se por diversas vezes campeão do Corpo de Fuzileiros, da Marinha e das Forças Armadas quer a nível individual quer no nível coletivo, atingindo o seu ponto mais elevado desta faceta com a conquista de diversos títulos de campeão nacional da modalidade no âmbito civil o que trouxe prestígio para a si e para a Marinha. Na Escola Naval foi percussor do desenvolvimento da atividade de orientação, onde o seu trabalho foi publicamente reconhecido e que teve materialização na obtenção de excelentes classificações dos cadetes da Escola Naval nos campeonatos Inter-Academias (INTER-EMES).

Pelas suas competências militares, profissionais e pessoais foi selecionado em 2000 para formador dos cursos de liderança, e nesse âmbito frequentou em Inglaterra o "Royal Naval Petty Officers' Leadership Course" com elevado mérito atestado por carta meritória do comando dessa escola. Nos 12 anos seguintes o SMOR Pereiraconstituiu-se como uma referência para militares e civis, nacionais e estrangeiros, nos Cursos de Liderança do Departamento de Formação em Comportamento Organizacional, que conjuntamente com outros militares teve um papel decisivo na edificação de infraestruturas, no desenvolvimento de provas e na sistematização de metodologias de avaliação que hoje são consideradas uma referência no âmbito académico.

Terminando a sua carreira no desempenho das relevantes funções de meu principal conselheiro, num período temporal caraterizado por enormes desafios potenciadores de problemas de natureza disciplinar, o SMOR Pereira teve um papel decisivo no reforço da comunicação interna, designadamente com os sargentos e com as praças revelando-se um precioso auxiliar da minha ação de comando. Para tal contribuiu o seu forte sentido de disciplina, prontidão, aprumo e uma atitude de incondicional disponibilidade para o serviço, que fez apanágio ao longo da sua carreira, sabendo conciliar exigência, frontalidade e abnegação, com camaradagem, franca amizade e fino trato, granjeando naturalmente estima, consideração e admiração de todos os que com ele privaram.

Assim, ao abrigo da competência que me é conferida pelo n.° 2 do artigo 64° do Regulamento de Disciplina Militar, é-me particularmente grato e justo, louvar o 723378 SMOR FZ Francisco José Pereira, pelas superiores qualidades pessoais, profissionais e militares, que o guindaram para uma carreira pautada pela excelência e exemplo, constituindo-se como uma referência para a sua classe e que me levam a considerar os serviços por si prestados aos Fuzileiros e consequentemente à Marinha, como extraordinários, relevantes e distintos.

https://www.marinha.pt/ordensbd/OA1/default.aspx?OA1=6c1c23dd-ea04-42a7-9baf-ad4e01381306

Voltar